Passaram 2 anos desde que Sam, Mikaela e os Autobots livraram o nosso planeta da ameaça dos Decepticons. Agora, Sam, está prestes a entrar na Universidade, Mikaela trabalha com o seu pai numa oficina de mecânica e os Autobots uniram-se com os americanos, dando origem ao NEST, um projecto militar secreto. Mas eis que os Decepticons resolvem importunar novamente os humanos, e com eles um robot “ancião”, the fallen.

Todo o mundo, falando no geral, estava à espera desta sequela. O primeiro tinha sido um sucesso estrondoso, e uma produção sólida. Pedia-se, no mínimo, que esta sequela atingi-se os mesmos níveis de satisfação que o anterior havia proporcionado. No entanto tal não aconteceu. Michael Bay prometeu muito, mas no fim, saímos do cinema ou da sala de estar, desapontados. Os efeitos especiais continuam state-of-the-art, assim como a parte sonora.

Mas, poucas mais coisas positivas, esta fita apresenta. A acção é, no geral, totalmente exagerada. Serão várias, as ocasiões, em que estaremos a olhar para o ecrã,numa espécie de transe hipnótico, devido ao uso extensivo de efeitos especiais, de barulhos metálicos, e de movimentos alucinantes de câmara. Todos queríamos mais acção, mas não assim.

Depois temos um número absolutamente absurdo de robots no “elenco”. Ás páginas tantas, nem sabemos se estamos a ver Decepticons ou Autobots. Também queríamos mais e novos robots, mas não eram necessários 170. O argumento, que até não seria do mais importante, pois já o 1º tinha uma história fraquinha, é absolutamente ridículo, com mais buracos que um queijo suíço. Basta reparar que a Megan Fox anda sempre arranjadinha e limpinha enquanto que, e fazendo as mesmas cenas, Shia La Boeuf, surge sujo e transpirado.

Mas há mais, um agente sobe uma pirâmide na mesma face que um robot destrói todo atarefado. Não sei se dá para perceber este último erro, mas para quem viu o filme deve ter reparado. E que ideia foi aquela de incluir um colega de quarto tão irritante?

Transformers: Revenge of the Fallen, é um produto que falhou em muitos sítios. Contém algumas partes interessantes, algum humor suportável, Megan Fox, mas exagera em muitas mais, descambando totalmente.

Aspectos positivos: Megan Fox, efeitos especiais, poucas cenas.

Aspectos Negativos: Argumento com muitos buracos, acção “esquizofrénica”, exagero em diversas cenas, inclusão de personagens desnecessários.

5/10

4 thoughts on “Transformers: Revenge of the Fallen (2009)

  1. Apesar de não ter gostado, sou mais generoso que tu e chego mesmo às duas estrelas. QUanto a mim os pontos fortes do filme são mesmo Shia LaBouef e o humor deste. De resto, pouco se pode falar de bom desta película. Até Megan Fox, e discordando contigo é má. Um corpo não chega para se fazer uma boa actuação. Apenas serve para distrair o publico da sua falta de talento.

    Abraço

    Gostar

    1. Em relação á Megan Fox, se calhar expliquei-me mal. Não quis dizer que ela fez uma boa actuação, apenas referir a sua beleza como ponto positivo da fita. 🙂
      Abraço!

      Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s