Prometheus 2 irá ter um novo alien

Alien Prometheus

Fui um dos que ficou genuinamente excitado, quando foi anunciado que Ridley Scott iria regressar ao mundo opressivo de Alien. Prometheus prometia muito, mesmo.

No entanto, quando o filme saiu, constatou-se que o regresso não foi o melhor. As ligações a Alien estavam lá (correm rumores que a primeira versão do argumentos era muito mais “alien” e bem menos “engenheiros), mas Prometheus era um filme que funciona por si só.

Não é que isso seja mau. Não. Mas, na verdade, a história tinha os cientistas mais burros que há memória. E isso estragou muito a experiência. Pelo menos para mim.

O final ficou em aberto e a sequela está a ser preparada. Ridley Scott ja veio a público dizer que Prometheus 2 será muito menos Deuses, Dragões e essas merdas todas.

Ah e também referiu que o Alien apresentado era demasiado parecido com o que criou em 1976 (não era esse o objetivo?) e que isso tinha que mudar. Seria, portanto, introduzido um novo monstro. Um bem diferente do bicho com ácido em vez de sangue.

Oh, Alien, eles não se decidem o que fazer contigo, pá.

Correm também rumores que esta sequela será muito mais negra e aterrorizante. Mais na linha do que Scott fez no filme de 1979.

M. Night Shyamalan andou a filmar às escondidas

M Night Shyamalan

O realizador revelação do início deste milénio, deve ter reparado que se estava a afundar cada vez mais, e decidiu afastar-se das luzes e das cortinas de Hollywood por algum tempo. No processo, talvez como a imagem em cima sugere, dever ter pensado, “mas que merda ando eu a fazer com a minha carreira?

Após noites em branco, decidiu fazer novo filme. Um filme que seria totalmente diferente dos seus últimos trabalhos. Um regresso à origens.

Eu continuo a ser um de Shyamalan, mas não tenho palas. Os últimos trabalhos dele, nomeadamente After Earth (aborrecido, que mais parecia ser um frete) The Last Airbender (fraco, mas não horrível) e The Happening (fraco e aborrecido), estavam longe da qualidade evidenciada no seu início de carreira.

Aliás, meter lado a lado The Sixth Sense ou Unbreakable e After Earth é um crime. Nem parecem ser dois filmes do mesmo realizador.

De qualquer forma, partilho do mesmo entusiasmo da malta do Screen Junkies. Este pode bem vir a ser um regresso em grande de Shyamalan.

O filme chama-se The Visit, é de baixo orçamento (financiado pelo próprio) e foi filmado perto de sua casa, na Pensylvania. É um thriller, onde é contada a história de dois irmãos que estão de visita à casa dos avós. Enquanto são obrigado a comer a sopa ao almoço e ao jantar, vão-se apercebendo que os avós estão envolvidos em algo de muito perturbador.

The Sixth Sense, anyone?

Ainda não perdi a fé. Acho que M. Night Shyamalan, para além de ter um nome para lá de cool, tem imenso talento. Andou um bocado perdido, é certo, mas pode ser que tenha metido na sua cabeça que ele é bom em filmes mais pequenos e intimistas. Nada de blockbusters  e filmes tarefeiros. Veremos em Setembro de 2015, que é quando está previsto que saia o filme.

Estátua gigante de Godzilla no Japão é incrível!

Estátua gigante Godzilla

Não há como não adorar esta homenagens que os japoneses fazem a ícones da sua cultura popular.

Foi erguida há uns meses atrás, em Tóquio, uma estátua gigante de Gojira (Godzilla para a malta do ocidente). Se isso não fosse suficientemente impressionante e espetacular, os japoneses ainda a dotaram de efeitos especiais de encher o olho.

Fantástico, o resultado final e o efeito que a estátua provoca. Principalmente em noites de chuva. O Rei Dos Monstros, de certeza que aprovaria isto!

Quentin Tarantino quer sair pela porta grande

Quentin Tarantino

Ao que parece, o homem quer deixar de fazer filmes quando chegar ao décimo. O seu próximo filme, Hateful Eight, será o oitavo. Portanto, é só fazer as contas.

Tarantino revelou que pretender deixar a audiência a suspirar por mais, caso chegue ao décimo filme sem fazer merda. Disse ainda que não é nenhum compromisso, mas é esse o plano.

Até que foi interrompido por Kurt Russel que disse, “tu não acreditas mesmo nisso, pois não? O que vais fazer contigo próprio, se desistires dos filmes?”

Tarantino ripostou dizendo, “Os meus dias seriam passados a escrever peças e livros, enquanto ia, graciosamente, a caminho da minha velhice.”

Se isto se confirmar, quando chegar à altura, tiro o meu chapéu ao Tarantino. Perderemos um dos grandes, mas ficará o respeito pela sua opção. No entanto, tenho a acrescentar: Deixa-te de merdas, pá!

Doom, o blogger anti-social, no novo Fantastic Four

Doom

Este deve ser o rumor/confirmação (nem sei o que pensar disto) mais bizarro desta semana (e ainda agora começou).

Numa recente entrevista com a malta do Collider, Toby Kebbel ( o ator escolhido para dar vida ao super vilão DOOM na nova adaptação de Fantastic Four ), disse que a sua personagem será um programador muito anti-social, que se intitula Doom nos blogues.

O nome nem sequer será o icónico Victor Von Doom, mas antes Victor Domashev.

Provavelmente, o blogue pessoal de Domashev chamar-se-á Latveria. Para manter esta espécie de atentado surrealista consistente.

Têm sido referido que esta nova adaptação seria radicalmente diferente. Começaram com a escolha de um ator negro para interpretar Johnny Storm. Mas isto?! Eu nem sei o que pensar disto. Nem sei se hei-de rir, ou se hei-de chorar.

E se for uma partida, é uma partida bem estúpida.