A NASA mostra como seria Gravity na realidade

O filme Gravity, de Alfonso Cuarón, foi premiado na mais recente cerimónia dos Óscares (não fiz questão de ver mas, se quiserem um bom resumo, podem clicar aqui) e, numa espécie de comemoração, a NASA divulgou imagens que mostram a verdadeira experiência.

Imagens impressionantes de astronautas no “seu dia-a-dia”  e da beleza do nosso planeta visto do espaço.

Gravity (2013)

Gravity

O mais recente filme de Cuarón, o realizador que nos trouxe o fabuloso Children of Men, tem sido destacado pelo aspeto técnico, em detrimento de um argumento simples e menos capaz. Concordo em parte, mas não acho que seja um filme menos bom por causa disso.

Gravity é um espanto em termos visuais. Uma prova que o cinema, para se ser apreciado em plenitude, ainda tem que implicar grandes ecrãs e um dezena de colunas. O que Cuarón conseguiu aqui, é nada menos que extraordinário.

Não falo apenas nos efeitos especiais. Cuarón é um mestre com a câmara. Sabe quando mostrar e, especialmente, como mostrar. O seu talento em falar com quem está a ver, através dos movimentos da câmara, é uma delícia de se apreciar.

Continue a ler “Gravity (2013)”

Filmes que toda a gente gosta, mas eu não!

Eh pá, tive que vestir o meu melhor fato (a gravata pedia-a emprestada) para participar nesta rubrica do meu muito estimado blogue Cine 31.

A principio, não foi fácil, pois não me lembrava de muitos filmes (tirando a saga Star Wars e Harry Potter), mas depois parei para pensar melhor (e foi o que fiz melhor, senão ia batendo com a minha bicicleta no muro do meu vizinho), e saíram-me estes filmes.

A verdade é que no fundo no fundo, eu gosto um bocadinho de certas coisas em cada filme aqui (menos no Hostel), pois consigo separar partes técnicas do argumento e assim, mas sim, estes filmes não me dizem grande coisa.

I – STAR WARS

Apesar de reconhecer a importância que os 3 primeiros (ou serão os últimos?) têm no cinema, não consigo ficar agarrado ás personagens e a maneira como o universo foi apresentado não me agradou especialmente.

Continue a ler “Filmes que toda a gente gosta, mas eu não!”