Fairune Collection – aventuras retro

Fairune CollectionConfesso que nunca tinha ouvido falar dos jogos incluídos nesta coleção, mas quando soube que os criadores eram os mesmos que tinham trazido até mim Kamiko, tive que dar uma vista de olhos.

A minha primeira impressão, quando fui a eshop, foi muito boa. Gosto bastante de jogos com características “retro”, aparentemente simples, com aquele charme típico dos jogos mais antigos. Restou-me, portanto, comprar o jogo para a Nintendo Switch e ver se realmente Fairune Collection iria agradar-me.

Por 10 euros temos acesso a 4 jogos. São eles Fairune 1, Fairune 2, Fairune Origin e Fairune Blast. Os três primeiros estão disponíveis de início, podendo ser jogados por ordem ou não, e Fairune Blast só fica acessível após chegarmos ao fim dos mesmos.

Fairune 1 e 2 são parecidos, embora Fairune 2 seja bem maior e, no geral, uma sequela como deve ser. Já Origin e Blast são algo diferentes e bem curtinhos. No entanto todos os jogos partilham algo em comum, que é a diversão.

São RPG´s de ação com muitos puzzles para resolver e monstros para combater num mundo em pixel art “básica”, em que podemos explorar de forma livre. Na verdade, existe um caminho a tomar, disfarçado por pequenos desafios a resolver, mas isso não invalida que podemos ir para o sul em vez de ir para o norte.

Tenho que referir que senti alguma frustração em alguns momentos – perdia-me no meio de tanto andar do ponto A para o ponto B – , mas no geral a coisa fluiu de forma aceitável e deu bem para passar algum tempo agarrado à consola.

Para quem jogou Kamiko, existem aqui algumas coisas parecidas, especialmente a nível visual e sonoro. No entanto, acho que Kamiko é um jogo mais refinado, embora seja também bem curtinho e diferente na abordagem.

Eu gostei bastante desta coleção. São jogos simples na abordagem, mas isso só contribui para um charme muito próprio. Recomendo vivamente.

Sobre Ricardo JM Vieira

Vibro mais do que gostaria pelo Benfica, cinéfilo de corpo inteiro, fotógrafo de ocasião, destruidor de koopas e bokoblins, devorador de séries, leitor de fantasia, geek e nerd, não necessariamente ao mesmo tempo. Ah, e apaixonado por animais.
Esta entrada foi publicada em Geek com as etiquetas , , . ligação permanente.