Numa pequena cidade acontece o impossível: seis mortos ressuscitam! É um acontecimento que vai tornar a vida do polícia James Hayes um verdadeiro rodopio de emoções, uma vez que ele testemunha essa ressurreição e decide manter os ressuscitados em segredo e sob sua alçada pessoal.

Esta série tem uma premissa interessante e foi com relativo interesse que vi as duas temporadas até ao fim.

Na verdade achei a primeira melhor que a segunda. Pareceu-me que, à medida que vão sendo revelado alguns segredos, a coisa começou a tornar-se um pouco absurda demais.

Eu sei, pessoas mortas que voltam já é absurdo que chegue. Mas… Não sei bem, acho que a série perdeu um pouco o rumo e qualidade na segunda temporada.

Os primeiros seis episódios focam-se muito nas personagens e eu gostei disso. Aquelas pessoas não se lembram da vida que tiveram, muito menos porque ressuscitaram, mas a série vai mostrando aos poucos a vida que eles tiveram e às vezes nem tudo o que parece é.

A mitologia da série também marca presença, mas o que mais me despertava interesse era saber o que aconteceu com aquelas seis pessoas em vida. Saber porque razão ressuscitaram era menos importante. Pelo menos para mim.

A segunda temporada, embora continue a focar nos ressuscitados, expande a mitologia e foca-se mais nas perguntas: Porque razão estão vivos? Como é que isso aconteceu?

Não gostei de algumas coisas que foram introduzidas na mitologia da série e confesso que à medida que o mistério se vai dissipando, o meu interesse também diminui.

De qualquer maneira, acho que The Glitch vale uma espreitadela. Embora exista por ali algum exagero no drama, e tenha perdido um pouco de interesse e força nos últimos episódios, devo dizer que estou com alguma curiosidade em saber o que aí vem numa terceira temporada.

Publicado por Ricardo JM Vieira

Vibro mais do que gostaria pelo Benfica, cinéfilo de corpo inteiro, fotógrafo de ocasião, destruidor de koopas e bokoblins, devorador de séries, leitor de fantasia, geek e nerd, não necessariamente ao mesmo tempo. Ah, e apaixonado por animais.