The Mummy: o início, ou talvez o fim de uma nova saga

Ao que parece a Universal pretende trazer para o grande ecrã diversos monstros clássicos e fazer, à semelhança da Marvel e da DC, um conjunto de filmes interligados entre si com personagens que transitam de um filme para o outro à medida que vão sendo adicionadas novas..

O primeiro filme desta nova saga foi The Mummy, uma nova adaptação modernizada do clássico de 1932 com o grande Boris karloff no papel da decrépita múmia.

Agora que  o filme estreou e a recepção foi francamente má, pelo menos  para as expectativas da Universal, talvez a coisa tenha ficado um pouco tremida e os monstros fiquem todos em banho maria, até que alguém se lembre e faça um novo reboot de um reboot.

Eu concordo, no geral, com a opinião do pessoal que viu o filme. Não vi nada que me arrebatasse neste filme. Achei-o deveras “normal”, um filme de ação, com pequeníssimos toques de terror, geralmente oco e que não tem material suficiente para agarrar quem está a ver.

Parece-me também que o filme sofre uma crise de identidade, pois não sabe bem se quer ser um blockbuster de ação, um filme de humor, ou um filme mais negro e sombrio.

Achei que Tom Cruise foi um erro de casting, não porque tenha tido uma interpretação fraca, mas porque não me pareceu encaixar bem no papel. A  verdade é que o homem começa a ficar um pouco deslocado quando se pretende que seja o herói galante de uma jovem com metade da sua idade.

De resto, o elenco não se destaca por aí além, apesar dos nomes sonantes Russel Crowe e Tom Cruise. A atriz que deu vida à múmia talvez se destaque dos demais, mas também não consegue fazer milagres com o argumento que lhe foi dado.

É apenas mais um filme meh, ao fim e ao cabo. Entretém q.b. mas cairá facilmente no esquecimento.

As adaptações de Stephen Sommers são melhores que esta. Especialmente o filme de 1999. Talvez por não se levarem tão a sério e apostarem mais na aventura e mitologia egípcia. Confesso que senti saudades de Brendan Fraser e Rachel Weisz. Fiquem é longe da abominação de 2008, se faz favor.

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s