Eu tenho uma relação sadomasoquista com American Horor Story

American Horror Story Hotel

É verdade, a minha relação com American Horror Story é sadomasoquista!  E eu até gostei dessa relação na primeira e na segunda temporada, mas nas seguintes começou a tornar-se mais insuportável que agradável.

Na verdade, a segunda temporada já me deixou de pé atrás, pois achei-a com demasiados arcos narrativos, um dos quais completamente desnecessário. Sim, falo dos extraterrestres.

Eu gosto dos inícios das temporadas. Coven estava a ser interessante, mas depressa se tornou num emaranho de histórias sem sentido e sem o mínimo de interesse que me irritaram tanto que desisti e nem vi os últimos 4 ou 5 episódios. Freak Show não foi tão má, mas não os produtores não souberam aproveitar o potencial que tinha.

Agora com Hotel, tudo está a voltar ao mesmo. Sim, eu sei, deve-se sempre esperar para ver o resultado final. Mas os meus sensores aranha já começam a ver os mesmos erros das temporadas anteriores.

O início foi o costume, agradável, mas parece que os produtores não conseguem criar uma história sem meter 370 arcos narrativos no meio. E é sempre assim. Vão surgindo cada vez mais personagens, mais histórias, mais momentos que tentam ser chocantes apenas e só por mostrarem gore e sangue, mais bizarrice porque sim, mais esquisitice porque assado, fantasmas e espíritos a torto e a direito e decisões que ninguém compreende.

É como se fosse um labirinto retorcido e demente retirado da mente dos produtores que, embora visualmente seja muito interessante, no final deixa sempre a desejar pois nunca consegue ser equilibrado e coerente.

American Horor Story: Hotel, quer-me parecer, já começa a trilhar esse caminho, a perder-se em incongruências e na sua vontade em querer abarcar o máximo de histórias, sem perceber que isso só a torna mais desinteressante.

Já sei onde isto vai parar, mas a minha relação sadomasoquista vai levar-me a ver até ao fim. Ou até onde aguentar. O que, se pensar bem, é um bocado estúpido de minha parte.

ps: já agora, a ideia para esta temporada parece que surgiu após Ryan Murphy e Brad Falchuk terem visto aquele vídeo viral de uma rapariga com comportamentos estranhos num elevador do Hotel Cecil  palco de vários acontecimentos terríveis e que dizem ser assombrado –  antes de desaparecer. Posteriormente foi encontrada nua e afogada no tanque de água do hotel. Para além do mais, são notórias as inspirações no filme The Shining e Se7en.

Autor: Ricardo JM Vieira

Tenho a mania das artes e acho que o sentido de humor é das melhores coisas inventadas pela humanidade. Eu, pelo menos, gostava de ter.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s