Olha, o tacho foi aprovado

Cópia Privada

Mudou de nome, mas o objetivo mantém-se o mesmo: encher os bolsos de associações obsoletas, que estão a utilizar “os artistas” como bodes expiatórios.

A Lei da Cópia Privada, que andou na boca das pessoas há uns tempos atrás (para a tristeza das entidades que a queriam ver aprovada), não desapareceu. Pelo contrário, foi colocada em “hibernação”. As pessoas foram-se esquecendo. A coisa amenizando… e BAM!

Chegou a hora de aprovar o «tacho!»

A taxa é ridícula, porque funciona sobre um pressuposto inacreditável.

Então, eu quero comprar uma pen, ou um disco externo, para guardar fotografias pessoais e tenho que pagar uma taxa para compensar autores? Que estupidez é esta?

O pior disto tudo, é que os autores, muito provavelmente, irão ficar a ver navios. As entidades, como a SPA por exemplo, têm aqui um novo e rico “tacho”. À custa dos mesmos.

O costume, portanto.

Autor: Ricardo JM Vieira

Tenho a mania das artes e acho que o sentido de humor é das melhores coisas inventadas pela humanidade. Eu, pelo menos, gostava de ter.

1 thought on “Olha, o tacho foi aprovado”

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s