Lei do roub… da cópia privada

Jorge Barreto, Secretário de Estado da Cultura. Foto: João Relvas

Na Segunda-Feira, no Prós e Contras, programa de debate na RTP 1, falou-se da Lei da Cópia Privada. Sim, aquela lei.

Entre argumentos ridículos e momentos deveras inacreditáveis, pareceu-me, sinceramente, que estamos a combater um grupo de gente sem escrúpulos. Gente que quer encher os bolsos à custa dos portugueses.

A certa altura disseram que existem autores a passar fome e que com esta lei, irão melhorar a sua vida (aham, porque raio tenho que pôr pão na mesa dessa pessoas? Quem põe na minha?).

Lamento sinceramente que esses tais autores estejam mal, mas muitos milhares de portugueses que não são autores, também sofrem. E, que eu saiba, não existe nenhuma taxa que beneficie quem trabalha arduamente para conseguir (apenas) pagar as contas.

Disseram repetidamente que a pirataria nada tinha a ver com a taxa, no entanto quando a coisa começava a aquecer, deixavam escapar que os portugueses não gostam de pagar pelos conteúdos, preferem fazer o download.

A verdade é que os senhores que querem que esta lei seja aprovada, estão a tratar TODOS os portugueses como piratas. Mesmo antes de comprar um dos produtos que irão ser taxados.

Não é fantástico!

Então, eu quero comprar uma pen, ou um disco externo, para guardar fotografias pessoais e tenho que pagar uma taxa para compensar autores? Que estupidez é esta?

Se calhar é melhor começarem a taxar as facas, ou os objetos cortantes, justificando que todos nós somos potenciais assassinos.

É uma proposta ridícula, obscena, arcaica, injusta e mentirosa. O problema é esse!

Não é só o dinheiro que se vai pagar a mais, mas também o facto de ser cobrado injustamente. Sem qualquer justificação.

É sempre mais fácil criar um imposto que arranjar outro tipo de alternativa. É sempre mais fácil utilizar o Zé Povinho para encher os bolsos de associações obsoletas. E é sempre mais fácil tentando fazê-lo com algumas mentirinhas pelo meio. Paga e não bufa, não é cara SPA e AGECOP.

Chega a ser revoltante!

Autor: Ricardo JM Vieira

Tenho a mania das artes e acho que o sentido de humor é das melhores coisas inventadas pela humanidade. Eu, pelo menos, gostava de ter.

3 thoughts on “Lei do roub… da cópia privada”

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s