De Tavurvur até Toba. O poder dos vulcões.

Erupção Tavurvur

Um dos fenómenos mais espetaculares da natureza, é a explosão de um vulcão. Apesar de atualmente termos imagens e vídeos, que atestam o quão impressionantes são essas erupções, penso que ainda ninguém tinha conseguido captar in loco, a onda de choque resultante de forma tão incrível.

Philip McNamara, taxista de profissão, estava de férias em Papua-Nova Guiné, quando o vulcão ativo da zona chamado Tavurvur, estava em atividade.

Foi uma coisa do momento, termos decidido ir filmar o vulcão“, disse McNamara ao Brisbane Times. E continuou, “Nós vimo-lo entrar em erupção, e as senhoras da estância onde estávamos, disseram que nos podiam levar de barco até mais perto, para vermos melhor. Pensei que podia tentar capturar alguma coisa, que se vê poucas vezes.

E pensou muito bem!

Quem estava no barco, assistiu a um espetáculo de proporções épicas. E que bom, poderem partilhá-lo com todo o mundo.

Saliento que foi uma explosão relativamente pequena. É que, os vulcões, são dos fenómenos mais destrutivos da natureza. Nos anos mais recentes, temos assistido a várias erupções. Algumas delas incríveis. No entanto, todas têm sido relativamente pequenas e inofensivas.

Krakatoa ou Krakatau, situada na Indonésia era uma ilha vulcânica onde um vulcão entrou em erupção matando mais de 36 mil pessoas.

A erupção foi tão catastrófica, que o barulho dela foi ouvido a mais de 4000 km de distância (quem estivesse num raio de 16 km ficaria instantaneamente surdo). Provocou tsunamis com ondas de mais de 40 metros de altura, e a nuvem de cinzas que lançou para a atmosfera, fez com que a temperatura global baixasse mais de 1 grau.

Ilustração da erupção de Krakatoa
Ilustração da erupção de Krakatau

 

Krakatau desapareceu, mas deixou-nos o seu filho, Anak Krakatau. Anak Krakatau cresce a uma média de 6 metros por ano. E poderá sair ao pai, quando for maior.

Assustador, não é?

No entanto, já ocorreram erupções mais destrutivas. A do Lago Toba, em Sumatra, que se crê ter ocorrido À cerca de 70 mil anos atrás, foi classificada de nível 8 no Índice de Explosividade Vulcânica, ou seja uma erupção mega-colossal. Para comparação, a de Krakatoa foi de nível 6.

Esse evento foi tão destrutivo, que muitos cientistas acreditam (teoria da catástrofe de Toba) que tenha provocado uma extinção massiva a nível global.

Segundo eles, a população humana ficou reduzida a 10 ou 15 mil indivíduos. Esse decréscimo deveu-se às alterações climáticas que a erupção provocou. Segundo eles, deu-se um inverno vulcânico que durou vários anos, em que as temperaturas baixaram de 5 a 15 graus centígrados!

Lago Toba
Atualmente, Toba é um local calmo

 

Para terminar em beleza, nada como relembrar que a Terra é um planeta geologicamente ativo e que estas erupções colossais vão tornar a acontecer.

Quando e onde? Essa é a questão!

Autor: Ricardo JM Vieira

Tenho a mania das artes e acho que o sentido de humor é das melhores coisas inventadas pela humanidade. Eu, pelo menos, gostava de ter.

2 thoughts on “De Tavurvur até Toba. O poder dos vulcões.”

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s