A NES faz 31 anos

Famicom

Há 31 anos atrás era lançada no Japão a consola Famicom. Apesar de ter tido alguns problemas no seu início de vida, a consola viria a estabelecer novos padrões na indústria dos videojogos (ainda hoje usados).

Mais notável que tudo é que foi, graças ao aparelho inicialmente vermelho e branco, que esta arte conseguiu recuperar de uma crise terrível em 1983.

A Famicom, mais tarde redesenhada e renomeada para NES (Nintendo Entertainment Studio), para o lançamento na América do Norte, foi, na verdadeira ascensão da palavra, a precursora de quase todos os géneros atuais e de inúmeros franquias de sucesso.

Para quem, como eu, cresceu com esta consola, lembra certamente com grande nostalgia as tardes de jogatina.

NES

Talvez a forma mais conhecida e icónica da consola

As tardes em que me perdi no mundo de The Legend Of Zelda, de Mega Man, de Super Mario Bros., ainda continuam bem presentes na minha memória.

Naquela altura a Internet era uma miragem, pelo que não existiam dicas nem ajuda à distância de um clique. Os jogos eram realmente difíceis. A maior parte nem sequer se podia salvar, pelo que atingir o final não era fácil.

Ainda assim, a sensação de recompensa era muito maior. Era com a nossa sabedoria e suor que conseguíamos ultrapassar aquele Boss, ou chegar aquela zona inacessível do jogo.

Saudades dos sons e músicas retro. Saudades dos melhores gráficos, impossíveis de serem ultrapassados, para quem deles desfrutava. Saudades de soprar nos cartuchos e rezar para que eles funcionassem sem erros. Saudades de baixar o cartucho até encaixar nos pinos e pressionar o botão START.

CArtucho dourado NES

O jogo que me proporcionou as melhores memórias

A indústria ainda deve muito à NES. Não foi a pioneira, mais foi a primeira a conseguir um sucesso mundial e mostrar que os videojogos podiam ser mais do que brinquedos. Formas de exprimir arte.

Parabéns NES.

 

 

Autor: Ricardo JM Vieira

Tenho a mania das artes e acho que o sentido de humor é das melhores coisas inventadas pela humanidade. Eu, pelo menos, gostava de ter.

1 thought on “A NES faz 31 anos”

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s