Dallas Buyers Club (2013)

EXCLUSIVE: Matthew McConaughey and Jared Leto film scenes together for The Dallas Buyers Club in New Orleans.

Pelo meio das comédias românticas, de qualidade duvidosa, Matthew McConaughey ia mostrando que tinha talento. Não o utilizava da melhor forma, é verdade, mas tinha-o. E mostrou-o de forma excecional em Dallas Buyers Club.

Sendo a estrela do próximo filme de Christopher Nolan, Interstellar, McConaughey arrisca-se a dar uma reviravolta espetacular na sua carreira.

A sua atuação é verdadeiramente notável, não só pela transformação física a que se sujeitou, mas também pela forma como, realisticamente, interpreta um labrego (Ron Woodrof) do Texas homofóbico, viciado em drogas e mulheres.

A transformação por que passa ao longo do filme, a maneira como lida com a doença que contrai (SIDA), que o obriga a ter novas perspetivas acerca da vida que levava, consegue agarrar a simpatia de quem está a ver.

Na verdade, ele nunca perde verdadeiramente o seu estilo de labrego, e no fundo o que ele faz é querer sobreviver, mas percebe que enquanto sobrevive, pode ajudar outras pessoas da mesma forma. Nem que tenha de enfrentar corporações poderosas pelo meio.

No fundo, ele percebe que quem está a sofrer são pessoas. Não homossexuais. Pessoas.

Uma dessas pessoas, que por acaso é homossexual, é Rayon. Rayon, interpretado de forma soberba por Jared Leto, acaba por tornar-se no braço direito de Ron.

Jared Leto, vocalista dos Thirty Seconds to Mars, também mostra aqui que tem muito mais para mostrar que uma cara bonita. A sua interpretação é subtil, mas ao mesmo intensa. Dotada de um magnetismo que não deixa ninguém indiferente.

Os dois juntos, Ron e Rayon, criam laços e conseguem ganhar a simpatia de quem está a ver. Os dois juntos, são a força deste filme.

Sem as atuações irrepreensíveis de ambos, o filme seria mais fraco.

Na verdade, apesar de ser um filme interessante, um retrato realista de como a América lidava com a SIDA nos anos 80, por vezes arrasta-se um bocadinho. Não sei até que ponto me sentiria cativado sem estes dois atores que, tiveram aqui, as suas melhores interpretações da carreira.

Dallas Buyers Club é um bom filme. Recomendo-o.

2 Comments

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s