Ubuntu em todo o lado

Mark Shuttleworth, o segundo “turista” espacial, fundador da Canonical e do projecto Ubuntu, havia anunciado há uns meses atrás que o sistema operativo iria poder ser instalado, para além dos tradicionais computadores e portáteis, em tablets, telemóveis, televisões e em outros dispositivos inteligentes que podem ser encontrados, por exemplo, em carros.

Até chegou a referir que essa união entre o Ubuntu e os diversos dispositivos, estaria implementada por alturas da saída da versão 14.04.

Para quem não sabe, o Ubuntu é lançado periodicamente de seis em seis meses, sendo que os primeiros dois algarismos representam o ano do lançamento e os dois últimos o mês. A versão atual é a 11.10.

Teremos, portanto, em 2014 telemóveis com Ubuntu!

E, se no segmento dominado pelo Android da Google, IOS da Apple e Windows Phone da Microsoft, ainda poucas novidades surgiram – algumas mockups podem ser vistas – muito recentemente, outro segmento recebeu particular atenção.

A Canonical anunciou na CES 2012 – onde participou pela primeira vez na história – a Ubuntu TV.

A Ubuntu TV irá competir com gigantes como a Google ou a Apple. E se isso, por si só, parece assustador, o que dizer quando surgem informações, ainda que especulativas, que referem pagamentos por parte da Google aos fabricantes para incluírem a sua tv, a Google TV, nos equipamentos.

Para além do mais, a televisão inteligente, ou smart tv, ainda está pouco difundida e apelativa. De qualquer forma, não tenho dúvidas que será um mercado de futuro. Acho até, que daqui a uns anos a televisão e o computador irão acabar por se fundirem para se tornarem no centro multimédia lá de casa.

Já existe site, vídeo da interface (ainda que sujeita a alterações), e até maneira de instalar a coisa na última versão do Ubuntu.

O mundo está em constante mudança e evolução e Mark sabe disso. Por isso mesmo, a sua aposta na controversa nova interface do Ubuntu, a Unity, que irá marcar presença em diversos mercados.

Será um outsider, mas pode vir a tornar-se um caso cada vez mais sério.

O trabalho de Mark e de toda a comunidade envolvida na construção do Ubuntu é admirável e está cada vez mais perto de atingir as massas. Se isso é bom ou mau, só o tempo o dirá, mas ter software de boa qualidade gratuitamente é muito bom.

fonte das imagens: ubuntu tv

5 Comments

  1. Qual a melhor distribuição de Linux (hoje em dia) para instalar?
    Estou com alguma vontade (novamente) de entrar em Linux…
    No site de Linux já não têm disponíveis distribuições para download, pelo menos há uns dias atrás não encontrei. (não me lembro o site)

    Gostar

    1. Aconselho vivamente o Ubuntu pela facilidade de instalação. Mas deixo já o aviso que a proposta que o Ubuntu oferece é diferente da do Windows. O Ambiente de trabalho inicial poderá “assustar” de início, mas é uma questão de hábito.

      Boa sorte! 🙂

      Gostar

      1. Sim, já testei várias vezes Ubuntu e Suse, mas nunca gostei muito… mas como já passaram alguns anos, estou na esperança que estejam ambos mais user-friendly (sobretudo o Ubuntu) no que toca a excesso de CMD. lol

        Thanks 😀

        Gostar

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s