Ubuntu 11.10 Oneiric Ocelot disponível!

Está disponível desde o passado dia 13 de Outubro, a versão mais recente da distribuição Linux mais popular, o Ubuntu 11.10 Oneiric Ocelot.

Esta versão continua a apostar no Unity, a interface bastante polémica criada pela Canonical, e que tem dividido os utilizadores deste sistema. A Unity foi polida e aprimorada, as aplicações sofreram atualizações e, no geral, este Ubuntu está melhor que o antecessor. A grande novidade é a atualização do Gnome para a versão 3.2.

Ambiente de trabalho do Ubuntu 11.10

O que há de novo no Unity?

Á primeira vista, o ambiente de trabalho, incrivelmente limpo, parece estar igual ao Ubuntu 11.04. No entanto, salta logo á vista uma diferença: o botão que inicia a Dash foi movido para a barra lateral.

A Dash está mais bonita, inteligente e funcional. A sua cor varia conforme o wallpaper que usamos, aliás, muda a cor da Dash e do Painel Superior, pois também fica transparente. As lentes estão localizadas no fundo e podemos filtrar os resultados em diversas categorias.

A Dash, na Lente da Música com os filtros ativos

A tecla de atalhp ALT+TAB sofreu uma remodelação visual, estando agora muito mais atraente.

As animações estão mais suaves e respondem melhor.

O Menu Global tem menos bugs, um fade in/out bonito e os botões de Fechar/Minimizar/Maximizar estão escondidos por defeito. Só ao passarmos o rato por cima do menu é que se mostram.

As Overlay Scrollbars, que são lindas, também sofreram correcções e otimizações. Estão, agora, bem melhores.

E as aplicações?

A grande novidade foi a atualização do Gnome para a versão 3.2. No entanto ocorreram algumas alterações no software que vem incluído por defeito neste Ubuntu.

O Centro de Programas Ubuntu foi remodelado e está muito mais apelativo. Para além disso, é possível sincronizar as aplicações instaladas através do Centro, entre diversos computadores.


Centro de Programas do Ubuntu

Foram removidas as seguintes aplicações: Gestor de Pacotes Synaptic, Pitivi-Editor de Vídeo, Limpeza do Sistema, Evolution Correio e Calendário e o GDM.

No lugar do Evolution temos agora o Thunderbird e do GDM o LightDM. Quanto a mim, foram decisões bem acertadas. O Thunderbird é bem mais rápido e bonito que o Evolution e o LightDM a mesma coisa.

Foi adicionada a aplicação de backup Déjà Dup que conta com uma boa integração com o serviço Ubuntu One.

Os temas Ambiance e Radiance sofreram ajustes e estão ainda mais bonitos e agradáveis.

Para descobrirem isto tudo e ainda outras alterações que não refiro neste texto, basta fazer o upgrade, ou então instalar de raiz. Saliento que para quem quiser experimentar primeiro, pode fazê-lo. O Ubuntu possibilita experimentar antes de instalar através do cd de instalação, de uma pen usb, ou ainda através do Wubi.

Esta nova versão está melhor que a sua antecessora. Na minha opinião, está mais ágil, mais bonita e mais inteligente. Quem não gostou da inclusão do Unity por defeito na versão anterior, também não vai gostar desta. Para os restantes, não hesitem e instalem sem medo.

Quem quiser, pode ainda instalar e experimentar o Gnome Shell sem grandes problemas. Com a migração por parte dos desenvolvedores deste Ubuntu para o Gnome 3, agora basta procurar pelo pacote no Centro de Programas e instalar. Depois é só escolher a opção Gnome no ecrã de Login.


Ambiente de Trabalho do Gnome Shell

Outros Artigos de interesse:

9 thoughts on “Ubuntu 11.10 Oneiric Ocelot disponível!

  1. Tenho um bom computador: Dell Inspiron 15R com processador core i5, 4G de memória e senti que o ubuntu perdeu bastante desempenho. Não acho que a escolha do Unity, antes do seu amadurecimento, tenha sido uma decisão bem acertada, ainda apresenta bugs gritantes e pontos mal trabalhados como por exemplo:

    1 – Coloque o cursor na barra de pesquisa do Dash e tecle a seta do teclado para o lado direito. A barra de pesquisa vai quebrar.
    2 – Encaixe a janela na lateral, com a funcionalidade nova do ubuntu, tecle o atalho SUPER + E e tente mover a janela para outro Desktop. Vai ver que a Janela fica preza, se sair de la vai ser de uma forma estranha, meio bugada.
    3 – O scroll do Dash é tão fino que dificulta o manuseio. O Gnome 3 puro, está bem mais simples e funcional do que o Unity.

    Não sou bobo, não estou querendo desmerecer o trabalho da Canonical, apenas acho que não trouxe uma melhor experiência para o usuário e trouxe alguns problemas que não tínhamos.

    Também espero que o Unity melhore, mas por enquanto não sou um fã dele.

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s