Nem fraco, nem bom o regresso de Fringe

O último episódio da terceira temporada de Fringe, The Day We Died, deixou toda a gente a pensar. Apesar de inventivo e inesperado, a série abriu uma porta que poderá levar a um beco sem saída.

De qualquer maneira, e como a série tem fãs dedicados como eu que acompanharam a história dos Bishop, de Olivia, deste e de um mundo paralelo, a expetativa do que aí estava para vir estava bastante alta.

Na passada sexta-feira estreou Neither Here, Nor There e as reações tem sido uma mistela de opiniões favoráveis, indiferentes e desapontantes.

A minha opinião pessoal, um pouco á semelhança do título do episódio, é que este regresso da série não é fraco, mas também não é bom. Mas desapontante é.

A inclusão de Lincoln (personagem bem tontinho) soa a forçada, o caso da semana (sim este episódio adota o clássico estilo de caso da semana), foi fraquinho, as aparições de Peter estranhas, entre outras situações demasiado “esquisitas”.

Fringe tinha tudo para entrar na máxima força para a sua última temporada, mas escolheram começar de uma maneira bem morna.

Esperemos que o próximo episódio, One Night in October, seja bem mais dinâmico e, de preferência, sem um caso da semana.

5 thoughts on “Nem fraco, nem bom o regresso de Fringe

  1. Ui, eu nem sabia que já tinha saído! Vou ver, mas pelo que li, já começo desapontado antes de ver, pois também estava com altas esperanças!

    Sendo assim, mais valia terem terminado a série com aquele episódio e ficávamos assim, com a insistência do Peter!

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s