Black Water (2007)

Baseado em factos reais, Black Water conta a história de 3 turistas que decidem preencher um dia de férias a pescar. Apesar de perderem o barco, conseguem arranjar um “guia provado” que conhece as água daquela zona e os leva até um sítio que parece perfeito para pescar muitos peixes.

No entanto a tal zona é habitat de um crocodilo que não vê com bons olhos a invasão do seu território e, por isso e também por gostar de carne humana, ataca o pequeno barco virando-o. Dois dos turistas conseguem subir uma árvore, mas outro fica em cima do barco virado. E agora? Como sair daquela situação?

Mais um filme de crocodilos que vejo, após ter gostado de Rogue de Greg Mclean. E é deveras interessante constatar que ambos os filmes são parecidos em diversos aspetos, nomeadamente na localização das filmagens, no ano de estreia e na premissa. No entanto, algo que pode jogar a favor de Black Water,são as palavras iniciais, pois existem muitos adeptos deste tipo de filmes, baseados em fatos que realmente ocorreram.

A certa altura no filme Andy Rodoreda, que interpreta Adam, diz:

What’s that song that kids sing? The three… three cheeky monkeys sitting in a tree, teasing Mr. Crocodile. ‘Can’t catch me!’ Along comes Mr. Crocodile, quiet as can be… Snap!”

Apesar de ser uma espécie de humor negro, Adam resume na perfeição o filme todo! Então como pode um filme que conta apenas com 3 atores presos numa árvore a tentar arranjar maneira de virar um barco, rodeados por água que é habitat de um crocodilo feroz, conseguir agradar? É que a linha que separa o tédio da tensão pode se tornar muita pequena, ainda para mais com uma premissa tão pequena.

Em primeiro lugar consegue agradar, pois o trabalho dos atores é muito bom. E em segundo lugar, algumas sequência são bem espetaculares. Uma delas é particularmente genial. Falo da sequência filmada durante a noite, em que o nosso crocodilo demoníaco resolve perturbar as suas (futuras?) vítimas de uma maneira bem medonha. Isso tudo filmado apenas com as luzes dos relâmpagos, ou seja, apenas vimos relances do que se está a passar. Muito bom!

Estive no site oficial do filme e, ao contrário de Rogue, parece que utilizaram crocodilos reais nas filmagens e nada de CGI nem animatrónica. São todos estes pormenores que tornam o filme bem mais real.

Black Water e Rogue, que curiosamente estrearam no mesmo ano e que curiosamente têm a Austrália como pano de fundo, são muito semelhantes na premissa. No entanto, Rogue é um filme mais tradicional, enquanto que este Black Water, não é só mais realista, como também mais do género thriller psicológico. Não esperem portanto, pilhas de corpos, nem litros de sangue a jorrar.

Mas sim, são ambos bons filmes e valem bem uma espreitadela.

.imdb .trailer
7/10

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s