Cresci a ler livros e a jogar videojogos do género Dungeons & Dragons, onde feitiçaria, Ogres e Trolls abundavam. Não é de estranhar que a temática ainda me desperte bastante interesse e, quando descobri um filme norueguês intitulado “caça aos Trolls” (tradução livre), fiquei curioso. Horas depois já o tinha, pois encomendar este tipo de filmes por canais underground tem as suas vantagens.

Trolljegeren, ou em Inglês The Troll Hunter, tem como pano de fundo uma conspiração governamental que mantém a população da Noruega na obscuridade relativamente á existência destes seres. Hans é uma das pessoas contratada pelo governo para manter tudo em segredo e proceder a caça dos monstros, caso eles fujam do seu habitat natural. Só que Otto anda um bocado fartinho de tanto segredo e decide deixar que um grupo de jovens repórteres grave tudo.

O filme é filmado no estilo found footage, portanto esperem muitas tremidelas na câmara e a mensagem gloriosa inicial que as imagens não foram alteradas e blá, blá, blá. Para quem já viu The Blair Witch Project, ou [REC] está por dentro do assunto. Quem não gostar do género, bem pode passar á frente.

O que se destaca mais nesta caça, são as paisagens naturais da Noruega e os Trolls digitais. O contraste entre a natureza e o que é criado digitalmente não é notório á vista desarmada, e a experiência acaba por ser positiva, pois só se nota em um ou outro momento, que o orçamento do filme não seria grande coisa.

Destaco também a batalha final com aquele bicho gigantesco, e quando digo gigantesco refiro-me a centenas de metros de altura, pois é muito boa. Ah, e alguns momentos cómicos são deveras eficazes na abordagem.

Também não tenho grande coisa a apontar aos atores, pois todos cumprem. O destaque maior vai para o caçador, aqui interpretado por Otto Jespersen (que segundo a trivia no IMDB, pegou fogo á bandeira dos E.U.A. em direto num programa de comédia da Noruega).

É um filme diferente, absurdo na história – mas inteligente até, na forma como vai explicando porque razão ninguém sabe da existência dos Trolls -, com bons efeitos especiais e filmado no meio de paisagens muito bonitas. Eu achei interessante e ri-me especialmente no fim do filme, quando eles colocaram a prova definitiva que há Trolls escondidos nos bosques e nas montanhas.

.imdb .trailer
7/10

2 thoughts on “Trolljegeren (2010)

  1. Bela critica, Ricardo.
    Também gostei do filme, que se afigurou uma proposta surpreendente e bem melhor do que esperava. É um filme bem desenvolvido, o CGI dos Trolls está bem feito e valeu bem um 7/10 também.

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s