Indiana Jones and the Last Crusade (1989)

A terceira aventura de Indiana Jones traz de volta os temíveis nazis como rivais na caça a mais um tesouro mítico. Desta feita é pedido ao arqueólogo que vá em busca do Santo Graal, o cálice usado por Jesus na sua última ceia.

No entanto não está em jogo só essa busca, mas também o resgate do pai de Indiana que é raptado pelos nazis, pois tem imensos conhecimentos acerca do Santo Graal.

Indiana Jones and the Last Crusade  chega 5 anos após Indiana Jones and the Temple of Doom e 8 após Raiders of the Lost Ark e foi, por muitos anos, a conclusão de uma trilogia a todos os níveis brilhante. Em 2008 surgiu novo filme que já falei aqui e que é, seguramente, o mais fraco da saga.

Na sua essência é mais do mesmo, com uma busca por um artefacto antigo tendo como rivais os nazis, tendo também o humor e sagacidade de Indiana e uma personagem feminina para apimentar a coisa, mas acaba por revelar-se na aventura mais madura e equilibrada de toda a saga.

A adição de Sean Connery como pai de Indiana e toda a relação entre ambos retratada com um humor afinado que dá azo a situações bem caricatas, está imensamente bem explorada. Não existe só humor entre ambos, pois a relação complicada que eles tiveram também foi abordada, nomeadamente o fato de Indiana sentir muito a ausência do seu pai e de ambos não conseguirem falar nem exprimir o que realmente ambos sentem um pelo outro.

Muito boa a interpretação de Sean Connery  e Harrison Ford, que continua em grande como Indiana. A química entre pai e filho é, sem dúvida, um dos pontos altos do filme. A adição feminina desta vez também é mais interessante, pois Alison Doody faz um papel bem mais femme-fatale

Depois temos um argumento, que como já falei, na sua essência é igual aos anteriores, mas que contém pormenores que fazem toda a diferença. O início é excelente e faz a ponte entre a juventude de Indiana até quando o conhecemos no Raiders of the Lost Ark pela primeira vez. Ficamos a conhecer um pouco mais as motivações do arqueólogo, descobrimos a razão de utilizar o chicote com utensílio indispensável nas suas aventuras e a razão porque tem tanto medo de cobras.

Temos também cenários e momentos que farão as delícias de quem se sente fascinado pela nossa antiguidade. Desde o descobrimento do túmulo de um dos cavaleiros templários até ao fabuloso término no templo onde reside o cálice que contem o sangue de Jesus.

Steven Spielberg conclui a trilogia original da melhor forma, realizando uma aventura a todos os níveis excelente. Repleta de entretenimento e aventura, Indiana Jones and the Last Crusade coloca o nosso arqueólogo, definitivamente, num dos heróis mais carismáticos da 7ºArte.

.imdb .trailer

9/10

2 Comments

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s