The Iron Giant (1999)

Em 1957 a Terra é atingida por uma bola de fogo que cai algures na costa de Maine. A bola de fogo, á primeira vista parece ser um meteorito mas, na realidade, é um robô gigante.

Hogarth Hughes é uma criança com uma imaginação fértil de 9 anos que vive em Maine, e que encontra o gigante de ferro escondido num bosque perto de sua casa. Como é óbvio, fica assustado mas, ao ver o gigante preso em linhas de alta tensão decide salva-lo, começando uma amizade inesperada.

Para desespero da amizade entre os dois, Kent Mansley, um agente paranoico do governo norte-americano, é enviado para investigar testemunhos misteriosos de uma criatura gigante a viver em Maine. Cabe a Hogarth tentar proteger o gigante e ensina-lo a escolher entre ser uma arma ou algo mais, pois o gigante oculta poderes que não são nada amigáveis.

UMA ANIMAÇÃO COM MUITA QUALIDADE
The Iron Giant foi a primeira longa metragem de Brad Bird, que a seguir a este filme realizou The Incredibles e Ratatui. E que grande início teve Brad nas animações! E que pena ser um filme relativamente pouco falado e conhecido!

A qualidade de animação é bastante boa, assim com a banda sonora, mas é na história que este filme mais brilha. Especialmente no desenvolvimento da relação entre o rapaz e o gigante.

O gigante, aliás, vai-se tornando cada vez mais interessante á medida que o filme avança. Por alturas do final do filme, quem está a ver estará, eventualmente, de tal forma ligado á personagem que não será difícil ficar algo emocionado com o que se vai passar no ecrã da televisão.

E isso é um feito extraordinário, uma vez que o robô, por exemplo, não fala fluentemente de início, debitando apenas algumas palavras á medida que as vai aprendendo com a ajuda de Hogarth.

AGRADARÁ TANTO A ADULTOS COMO A CRIANÇAS
No elenco temos Vin Diesel, que faz a voz do robô, Jennifer Aniston, Harry Connick Jr., entre outros.

The Iron Giant é mais um daqueles filmes que apesar de ter sido um fracasso comercial – pelo menos nos EUA, pois na Europa teve mais destaque -, consegue, passados alguns anos ganhar um lugar especial nos fãs do género e, arrisco em dizer, no lugar dos cinéfilos em geral. Lugar especial que é muito merecido, diga-se de passagem.

Estamos na presença de uma pequena pérola da animação. Um filme que agradará a adultos e aos mais novos, apesar de ter temas pesados, como a guerra, pois passa-se numa altura em que é lançado o satélite Sputnik e os EUA viviam com medo de um ataque nuclear por parte da Rússia.

Não estava á espera de gostar tanto como gostei, mas é muito agradável ter surpresas destas. Muito bom!

.imdb .trailer

8/10

3 Comments

Deixe um Comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s