Game of Thrones é uma adaptação da saga escrita por George R. R. Martin, A Song of Ice And Fire, que terá sete volumes. Não li os livros publicados até agora, mas pelo que tenho lido a HBO tem feito um bom trabalho na adaptação.

De qualquer maneira, tenho que dizer que pensava que a saga seria similar a Dungeons & Dragons ou Lord of the Rings, com imensa fantasia, magia, ogres e bestas que tais. Não que isso fosse mau, mas fiquei agradavelmente surpreendido pelo teor mais realista da série.

NINGUÉM ESTÁ A SALVO EM GAME OF THRONES
Sim, tem magia e fantasia, mas é abordada com imensa “seriedade”. É algo difícil de explicar, mas ficamos sempre com a sensação que as partes mais fantasiosas são qualquer coisa de credível e que complementam todo o mundo imaginado por George R. R. Martin.  E depois tem (ou terá), Dragões em grande força!

A história é deveras interessante e, apesar da série começar lentamente, com as apresentações das diversas personagens e locais onde a acção decorrerá, o desenvolvimento é sempre consistente e muito agradável de acompanhar.

Existem vários arcos narrativos que não cansam e que dão uma extraordinária dinâmica aos acontecimentos. As personagens principais desses arcos são muito carismáticas (tanto pelo lado positivo, como pelo lado negativo) mas, e este um aviso de alguém que ficou chocado, não se apeguem em demasia ás personagens. Nesta história, e como é dito num dos episódios,

When you play the game of thrones you win or you’ll die. There is no middle ground!

Ninguém está a salvo neste jogo político em que toda a gente quer poder. Desconfiem de todos!

AS PERSONAGENS
Das personagens, destaco algumas Eddard Stark (o único homem no reino que parece ter honra), Daenerys Targaryen (que tem a transformação em termos psicológicos mais espectacular da temporada), Arya Stark (a pequenina com coração de guerreira), e Tyrion Lannister (o anão mais carismático de sempre). Destaquei estas, mas existem mais algumas com imenso carisma.

Game of Thrones foi uma aposta em grande da HBO. Níveis de produção elevados, escrita excelente e excelentes interpretações. A única coisa em que foi menos boa, foi na parte sonora. As músicas não se destacam por aí além, tirando a principal presente no espectacular genérico de abertura.

A ver!

9 thoughts on “Game of Thrones, a série

  1. Ora… se o outro dia fiquei com real interesse em ver a série, devido ao genérico… e ter arranjado a série toda em HD… depois deste review, tenho uma certeza:
    Este fim-de-semana tenho que ver um ou mais episódios da série! 😀

    Obrigado 😀

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s