Este filme foi um dos responsáveis pelo meu fascínio pela 7ºarte. Vi-o pela primeira vez quando tinha 11/12 anos e naquela altura era uma criança facilmente impressionável. Lembro-me perfeitamente do medo que senti quando vi aquelas 3 naves a voarem junto á estrada, ou quando a luz vermelha raptou aquele míudo.

Os extra-terrestres, a mera possibilidade deles existirem assustavam, pois tinha a noção cravada no cérebro que eles seriam, inevitavelmente, maus por natureza. Que eles um dia chegariam de noite, nas suas naves ovais, cheias de luzes brilhantes e que me levariam de casa.

Nessa primeira vez, não consegui ver o filme até ao fim. Mas fiquei com imagens poderosíssimas gravadas na memória. Quando o revi, 3 ou 4 anos depois, já não senti o mesmo medo. Senti um fascínio especial.

Quando cheguei ao fim do filme, percebi que por vezes não existe razão para termos tanto medo do desconhecido. Percebi que eles, os “homenzinhos verdes”, também podem ser bons! A sequência final, que termina no cumprimento entre dois povos do Universo, é gloriosa. Potenciada pela música de John Williams não deixa de impressionar.

Visualmente, o filme é um portento. Apesar de se notar a idade em alguns momentos, ainda consegue agradar. A aterragem da nave-mãe deve ter impressionado aquando da estreia.

Close Encounters of the Third Kind é, portanto, uma pequena obra-prima de Spielberg, um dos mestres do cinema. Uma obra que não teve o sucesso que merecia ter. Marcou a minha infância e ensinou-me a olhar de maneira diferente para os nossos companheiros alienígenas.

imdb trailer

10/10

9 thoughts on “Close Encounters of the Third Kind (1977)

  1. Nunca foi um filme que puxasse muito por mim, mas reconheço-o com uma das grandes obras de Spielberg. O Encounters não teve outro reconhecimento porque também teve o azar de estrear no mesmo ano de Star Wars…

    Abç

    Gostar

  2. Este filme é maravilhoso, belissimo na minha opinião.
    Também como tu, vi-o quando era muito pequenina, mas a mim o efeito foi de é melhor não ver porque me mete impressão (aquele inicio das janelas e a luz intensa, provocava-me arrepios). Vi-o de novo muito mais tarde e fiquei deslumbrada. O filme é mesmo muito bom.
    Beijocas

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s