Unbreakable (2000)

UnbreakableO Protegido –, é o segundo filme de Shyamalan que surgiu após o sucesso estrondoso do The Sixth Sense. Foi um filme que, das duas uma, ou provava que o realizador indiano era um dos novos valores a seguir com muita atenção; ou então que o The Sixth Sense tinha sido um golpe de sorte.

Para mim, e penso que para a maioria das pessoas que gostam de cinema, confirmou Shyamalan como um valor a seguir atentamente. Aliás, após este filme, Shyamalan ainda confirmou mais vezes um estatuto que tem perdido nos últimos dois filmes.

Unbreakable conta a história de David Dunn e Elijah Price, e como a vida dos dois se cruza de uma maneira pouco usual. Não vou desenvolver mais a sinopse, porque o argumento é um dos melhores aspectos deste filme. O desenvolvimento dado ás personages e os diálogos são cheios de qualidade. Neste campo, Shyamalan não desiludiu.

Existe até um twist final que, se apanhar alguém de surpresa, tornará tudo numa experiência ainda mais memorável.

Bruce Willis e Samuel L. Jackson estão perfeitamente enquadrados com os sues papéis. Kudos para Shyamalan na forma como dirigiu os actores. Esta performance de L. Jackson, é bem capaz de ser uma das melhores da carreira.

Mas o melhor de tudo é a mestria que o realizador indiano mostra na forma como trabalha com a câmara. Os movimentos subtis, os planos espectaculares, – no diálogo inicial, quando a câmara se move de um banco para o outro; quando David Dunn está no quarto e é filmado por detrás de uma cortina a esvoaçar; quando Dunn cai á piscina; –, os jogos de cores, a segurança e calma com que filma tudo evidencia toda a genialidade de Shyamalan.

O período inicial da sua carreira foi, de facto, muito forte. Quem sabe se não regressará a essa forma com a sequela deste filme.

Um último destaque para a banda sonora da autoria do mestre James Newton Howard. Unbreakable é, então, um dos melhores do realizador. Apesar de sofrer do estigma de ser o sucessor de The Sixth Sense (injustamente, diga-se), consegue ser um dos melhores e mais originais filmes de 2000. Aconselho vivamente!

O Protegido de M. Night Shyamalan

trailer imdb

9/10

Respostas de 5 a “Unbreakable (2000)”

  1. […] fui apanhado pelo twist final, uma vez que já tinha lido que este Split faria parte do universo de Unbreakable. Contudo, foi maravilhoso quando ouvi os acordes da música icónica do filme de 2000. Não contive […]

    Gostar

  2. […] meter lado a lado The Sixth Sense ou Unbreakable e After Earth é um crime. Nem parecem ser dois filmes do mesmo […]

    Gostar

  3. Este é sem dúvida um dos melhores de Shyamalan. Ele serviu-se do imaginário dos super-heróis (e anti-heróis) e construiu um dos melhores filmes que há (ou que já vi) com esse material de inspiração.
    O ritmo do filme é lento e pausado porque neste existe mesmo uma história para contar.
    A verdade, é que toda a gente, na altura que estreou, esperava mais algo como “O Sexto Sentido” e este muda de género mas consegue ainda assim ter um poderoso twist final.
    Eu gosto muito deste realizador e se analizarmos bem ele tem tentado apartir de dentro de Hollywood (industria) dar-nos filmes contra-corrente e que incitam a refletir e “traduzir” o filme. O “Lady in the Water”, apesar de “simplório” é um desses filmes…
    Para mim o mais belo embuste que ele fez é “A vila”, o seu filme melhor e mais completo.

    Gostar

  4. Só digo isto: Este é daqueles filmes!

    Gostar

  5. É um belo filme sim. Shyamalan filma muito bem e L. Jackson tem das melhores interpretações da carreira.

    Abraço

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s