De David Koepp, com Ricky Gervais, Téa Leoni, Greg Kinnear, Bill Campbell

Bertram Pincus é um dentista que não lida nada bem com as pessoas. Certo dia, uma operação simples, traz complicações e o dentista acaba por falecer. Contudo, 7 minutos depois os médicos ressuscitam-no e a partir desse dia o dentista apercebe-se que começa a ver fantasmas, e que estes querem alguma coisa dele.

Com o título em português, Fantasmas na Cidade, esta fita de Koepp (realizador de Secret Windows e argumentista de Panic Room e Jurassic Park), apanhou-me de surpresa, pois não esperava assistir a uma comédia romântica com rasgos (embora poucos) de génio. Rasgos esses, provenientes da tripla de actores, Rick Gervais, Téa Leoni e Bill Campbell. Contudo, tenho que destacar Gervais e a sua actuação absolutamente fantástica. A sua presença, trejeitos e diálogos são uma pequena delícia.

Apesar de tudo, Ghost Town, não obstante os tais rasgos de Gervais, é igual a tantas outras e não consegue acabar tão bem como começa, pois vai entrando em piloto automático, tornando-se previsível e caindo nos clichés do género.

6/10

2 thoughts on “Ghost Town (2008)

  1. Sinceramente, a sinopse parece-me incrivelmente desinteressante e dificilmente perdia tempo a vê-lo. Ainda menos depois da tua crítica, mas cheira-me que esse “6” está inflaccionado.

    Não sei se te desejei um bom regresso, no outro post, mas se não o fiz, bem vindo de volta !

    Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s