Hostel (2005)

Realizador: Eli Roth/2005

Para quem vai com a ideia de ver um filme de terror, quase que desespera, pois demora imenso tempo a começar algo de mais assustador a acontecer. E, quando acontece, é apenas e só, violência gratuita. Nada mais. Hostel é mamas á mostra e gore em quantidades industriais. História, nem vê-la. As cenas de repulsa, são sustentadas através do óbvio. Não é preciso conhecer alguém, para ficarmos horrorizados ao vê-la a ser torturada.

Os bons filmes criam uma sustentação dramática,desenvolvem um pouco os personagens, para que tenhamos interesse neles mesmos. Eli Roth, não quer saber em criar uma ligação entre quem está a ver o filme, e o universo fictício de Hostel. Apenas quer dar soft-porn e hard-gore fútil. Dos piores filmes que vi nos últimos tempos.

3/10

 

Autor: Ricardo JM Vieira

Tenho a mania das artes e acho que o sentido de humor é das melhores coisas inventadas pela humanidade. Eu, pelo menos, gostava de ter.

9 thoughts on “Hostel (2005)”

  1. Hostel tem uma componente gore bastante activa, à semelhança das sequelas mais recentes de Saw, mas apresenta uma diferença crassa: o argumento. O filme de Eli Roth (Grindhouse) não cai no exagero gore de Saw, é verdade e consegue, mesmo assim, apresentar algumas cenas mais ou menos chocantes. A estrutura do filme é débil e ou não fosse as cenas finais do argumento, todo o propósito do mesmo acabaria por se diluir.

    http://splitscreen-blog.blogspot.com/

    Gostar

  2. Vi o filme há uns bons anos, e sim, tens toda a razão. A minha opinião é exactamente o que dizes na penúltima frase!

    No entanto, não direi que é assim tão mau como dizes na última frase, simplesmente por ser uma ideia inovadora, pelo menos na altura que o filme foi feito. Depois dele vieram muitos filmes a seguir um pouco os passos dele, nomeadamente saw’s etc etc etc.

    Gostar

    1. Pois Cláudio, eu não gostei mesmo nada.

      Olha, talvez concorde que os últimos Saw’s tenham seguido ligeiramente os passos de Hostel, mas o primeiro Saw saiu antes. Se calhar até foi mais ao contrário.

      Abraço.

      Gostar

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s