Mononoke-Hime (1997)

Ashitaka é o jovem guerreiro do clã Emishi que é amaldiçoado ao defender a sua aldeia de um demónio criado pela violência humana. Assim, viaja até à região controlada pelo clã Tatara na esperança de compreender a maldição que lhe fora posta, antes que esta o mate. O que Ashitaka vai encontrar é um conflito entre os humanos e os deuses da floresta. Apanhado no meio do conflito, Ashitaka conhece San, a Princesa Mononoke. 

Esta rapariga, criada por lobos, fará tudo o que puder para acabar com os humanos que ameaçam a floresta. Ashitaka colocar-se-á entre San e Lady Eboshi, a líder do clã Tatara, procurando um meio de terminar a guerra.

A Princesa Mononoke é um épico poderoso e tocante acerca da humanidade e a sua industrialização acelerada que provoca a destruição da natureza. No meio de deuses e demónios, magia e tecnologia, progresso e preservação somos confrontados com uma narrativa surpreendentemente complexa e simples, na medida que o básico da mensagem é que todos nós podemos viver em paz, Homem e Natureza; complexa porque a profundidade dada ao argumento é muito grande com personagens dotadas de personalidade. Aliás, neste filme não existe um verdadeiro vilão, porque cada um tem o seu motivo para efectuar as suas acções. Ashitaka é talvez um dos personagens com mais alma e mais coração que já tive oportunidade de assistir num filme. É uma personagem para ver de olhos não tapados. A qualidade da animação, como é apanágio dos estúdios Ghibli é fabulosa. Colorida, viva, fluída e com aquele toque de pintor, que só grandes artistas são capazes de nos dar. A banda sonora dá uma ajuda a tornar a animação ainda mais épica, ajudando a tornar certos momentos mais intensos e expressivos.
São filmes como este que nos fazem sonhar. Mas não se deixem enganar, pois nem só de fantasia e de amor vive este filme. Os momentos negros e sombrios também marcam presença e o existe muito sangue, batalhas, braços e cabeças cortadas. A violência praticada abunda!

 Entrem neste fantástico mundo de fantasia. Deixem-se levar por pormenores tão fantásticos como belos. É um dos melhores filmes de animação de sempre e, comparando com a viagem de Chihiro (vencedor do óscar), A Princesa Mononoke é, para mim, superior.

 A Princesa Mononoke de Hayao Miyazaki  

9/10

     


      

      

      

Lady Eboshi: What exactly are you here for?
Prince Ashitaka: To see with eyes unclouded by hate.     

    

Autor: Ricardo JM Vieira

Tenho a mania das artes e acho que o sentido de humor é das melhores coisas inventadas pela humanidade. Eu, pelo menos, gostava de ter.

3 thoughts on “Mononoke-Hime (1997)”

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s