O Brother, Where Art Thou (2000)

O Brother where art thou

Aqui há dias estava sentado, já não me lembro bem a fazer o quê, quando surgiu no meu cérebro a seguinte questão: “Devias ver os filmes dos irmãos Coen.

E assim foi. Tratei de arranjar os filmes que ainda não tinha visto deles e deitei mãos à obra.

Continuar a ler

Começou o freak show

AHS Freak Show

Começou recentemente a quarta temporada de American Horror Story (AHS). A minha primeira reação foi de pura indiferença. Gostei bastante da primeira temporada, a segunda nem tanto, mas a terceira minou toda a minha confiança no futuro da série.

A verdade é que AHS, para mim, tinha-se perdido em clichés, exagero e tinha-se tornado numa confusão de histórias que, de terror, tinham muito pouco.

Continuar a ler

Diaspora* é a alternativa a escolher, não a Ello!

Redes Sociais

Ao que parece, surgiu recentemente uma nova “febre” no que diz respeito às redes sociais.

Ello, a rede social simples, bonita, sem publicidade e que se compromete a ser uma plataforma independente, livre dos tentáculos das grandes corporações.

Ello promete tentar – digo tentar, porque ainda está num estágio inicial – conectar o máximo de pessoas possíveis, sem fazer delas um produto.

Isto é o que a malta que criou a Ello escreveu.

Continuar a ler

Edge of Tomorrow (2014)

Edge of TomorrowEste filme conta com uma popularidade que, de certa forma me surpreendeu. Na verdade, o que quero dizer, é que não partilho do mesmo entusiasmo da generalidade das pessoas, em relação a ele.

Não é que tenha ficado desagradado ou particularmente desiludido. Talvez algo aborrecido lá para o fim. No entanto, Edge of Tomorrow é um bom entretenimento e melhor que a maioria dos blockbusters que saem em catadupa de Hollywood.

Continuar a ler