Trailer de Interstellar, o novo filme de Nolan

Interstellar

Christopher Nolan é um daqueles realizadores que ainda não me desiludiu de forma expressiva.

Autor da excelente trilogia Batman, consegue conciliar de forma muito agradável a parte visual e “explosiva” característica dos grandes blockbusters, com o silêncio e “cérebro” dos filmes mais contidos.

O seu próximo filme, a estrear no final deste ano, já tem trailer disponível e a julgar pelo que é mostrado, parece que teremos mais um sucesso entre mãos.

Continuar a ler

Crítica – Noah (2014)

Noah

Existem poucos realizadores que se podem gabar de criar, consecutivamente, filmes de qualidade. Mas são esses que criam as melhores expetativas, pois habituam quem está do lado de cá da tela, a terem as melhores experiências.

O problema é que existe sempre a possibilidade de ocorrer uma falha. Um filme menos bom, uma desilusão. Foi o que aconteceu com o mais recente filme de Aronofsky.

Continuar a ler

A NES faz 31 anos

Famicom

Há 31 anos atrás era lançada no Japão a consola Famicom. Apesar de ter tido alguns problemas no seu início de vida, a consola viria a estabelecer novos padrões na indústria dos videojogos (ainda hoje usados).

Mais notável que tudo é que foi, graças ao aparelho inicialmente vermelho e branco, que esta arte conseguiu recuperar de uma crise terrível em 1983.

Continuar a ler

Os macacos continuam em grande!

Dawn of the Planet of the Apes

Ao que parece a sequela (que, na verdade, ainda é uma prequela do original de 1968) de Rise of The Planet of the Apes tem estado à altura das expetativas.

As primeiras impressões (8,7 no IMDB e 90% no Rotten Tomatoes) têm sido muito positivas e, pelo que me tenho apercebido, Dawn of the Planet of the Apes consegue superar o filme de 2011.

E o filme de 2011 já era muito bom, pois revitalizou um franchise esquecido de forma espetacular e, pelos vistos, este ainda está melhor.

Curioso para assistir ao regresso de Caeser! Estreia para a semana em Portugal.

Os efeitos especiais em Game of Thrones

Incrível como os efeitos especiais têm se tornado parte intrínseca da série Game of Thrones. A Mackevision, um dos estúdios responsável por esses efeitos especiais, decidiu mostrar em vídeo, um pouco desse trabalho excecional.

Pode-se perder um bocadinho de magia e do realismo, mas é muito interessante perceber como são possíveis todos aqueles cenários grandiosos. Tudo isto, apresentado  de forma simples e cativante.